FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN PARCEIRA EM TRÊS PROJECTOS TRANSNACIONAIS COM FINANCIAMENTO DA COMISSÃO EUROPEIA

Publicado a 09 de Abril de 2015

Dando continuidade à valorização da Educação como pilar central para o desenvolvimento das sociedades, a Fundação Calouste Gulbenkian, através do Programa Gulbenkian Qualificação das Novas Gerações, é parceira de três projetos transnacionais  apoiados pela Comissão Europeia, na área da Educação.

Devido ao grande interesse e relevância destes projetos para promover a qualidade do Sistema Educativo português, é com agrado que o Observatório da Melhoria e da Eficácia da Escola regista que algumas escolas com que tem colaborado estão envolvidas nestes projectos.

 

O projeto “Too young to fail” é uma iniciativa no âmbito da prevenção do insucesso escolar e do abandono escolar que envolve 5 países: Espanha, Itália, Holanda, Portugal e Reino Unido. O projecto tem como principal objectivo disponibilizar aos agentes educativos uma síntese de práticas eficazes no combate ao abandono escolar no contexto Europeu. O projecto é financiado pelo programa ERASMUS+, da Comissão Europeia e tem a duração de 24 meses (com final em meados de 2016). Toda a informação relacionada com este projecto pode ser encontrada no sítio da internet www.2young2fail.com 

 

O projeto “21st Century European Classrooms: Meeting the challenges of the digital era with innovation and creativity” envolve 6 países: Bulgária, Espanha, Itália, Polónia, Portugal e Reino Unido. Trata-se de um projecto que tem como principal objectivo dotar as escolas de competências ao nível do uso de tecnologias digitais, de comunicação e informação nas salas de aulas. O projecto é financiado pelo programa ERASMUS+, da Comissão Europeia e tem a duração de 24 meses (com final em meados de 2016). A informação relacionada com o projecto pode ser encontrada no sítio da internet do projecto: www.21digitalclass.com 

 

O EAThink2015”Global Learning for Change in EYD2015 and Beyond: European Youth Engagement from school gardens to sustainable food systems” é um projeto no âmbito do desenvolvimento sustentável. O seu principal objetivo é aumentar a consciência e o envolvimento dos cidadãos europeus para políticas de desenvolvimento sustentável, mais concretamente ao nível da alimentação. O projeto é cofinanciado pelo programa EuropeAid, da Comissão Europeia e envolve 12 países: Aústria, Chipre, Croácia, Eslovénia, Espanha, França, Hungria, Itália, Malta, Polónia, Portugal e Roménia. O sítio da internet deste projecto é www.eathink2015.org