Planos de Melhoria da Escola

A avaliação dos planos de melhoria da escola tem contribuído para uma melhor compreensão acerca dos ingredientes / elementos característicos de planos de melhoria da escola eficazes.

Embora cada plano deva ser elaborado e implementado tendo em conta a realidade específica de cada escola, é desejável que integre os elementos que têm tido validação empírica.

Por outras palavras, a consideração das especificidades de cada escola não dispensa a fundamentação nas evidências existentes.

Existe um conjunto de princípios que devem ser considerados aquando da concepção de um plano de melhoria da escola. Estes são princípios orientadores e estruturantes que garantem que os planos a serem desenvolvidos sejam organizados sejam congruentes com o que se tem demonstrado eficaz.

Estes princípios orientadores contribuem para responder às seguintes questões:

a) Que dimensões / aspectos têm impacto no desempenho académico dos alunos? – a resposta a esta questão ajuda a seleccionar quais as dimensões a trabalhar através dos esforços de melhoria;

b) Que dimensões são passíveis de serem alteradas com os esforços de melhoria? – a resposta a esta questão ajuda a seleccionar, de entre as dimensões que têm impacto no desempenho dos alunos, aquelas que são passíveis de serem modificadas por intervenções;

c) Que características distinguem um plano de melhoria eficaz de planos de melhoria não eficazes (duração, coordenação do plano, processo de implementação, avaliação, etc.);



Consulte aqui o documento completo: Planos de Melhoria da Escola


Voltar à Página Inicial